Buscar
  • Vanessa Spanholi

Os segredos dos post-its

Conceitos-chave para construções criativas e coletivas


“Antes de tudo vamos falar de post-its” é assim que começo a catequizar muitas pessoas envolvidas nas nossas facilitações workshops da Síntese a respeito dos conceitos que esse papel colorido com cola frágil representa em termos de criação colaborativa. Os post-its já estão no imaginário, no consciente coletivo do mundo dos negócios quando o assunto é criatividade, design thinking e por aí vai. Não é a toa.


Por trás das cores sedutoras esse ferramental representa uma MANEIRA de fazer as coisas. Uma maneira de dar voz, de fazer coletivamente, de forma horizontal, e ágil. Se for usado de forma inadequada, replicando costumes arcaicos, os post-its são apenas papéis coloridos caros. Se forem usados como MEIO de uma construção genuinamente coletiva, os papéis serão muito baratos em relação ao valor do que é construído em tão pouco tempo.


Um trio muito produtivo - Workshop Design Thinking Palhoça 2018

Agilidade, síntese e visibilidade

No livro Rápido e Devagar, Daniel Kahneman explica sobre as duas formas de pensar que o ser humano aciona em diferentes momentos. O pensamento rápido e intuitivo, e o pensamento devagar, analítico, baseado em critérios. Em dinâmicas criativas temos uma explosão do pensamento rápido, por isso o ferramental deve colaborar para esse processo. O uso do post-it deve explorar essa prática de agilidade. É desnecessário discutir muito uma ideia, defendê-la ou fazer grande detalhamento para que ela mereça ser registrada em um mero post-it. Uma ideia é uma faísca, um conceito inicial. Dê a ela o tempo de faísca e siga para a próxima.


O post-it é pequeno e não ali não cabe grandes textos. Isso é ótimo! Forçar as pessoas a sintetizar seu pensamento, ou seja, levar apenas a essência da ideia sem rodeios, é um combustível para a comunicação e bom uso do tempo de todos.


Visibilidade é mais um fator determinante para um processo democrático de construção. Diferente de uma “ata” de reunião que recebemos o registro somente depois de concluída. Diferente de uma reunião que apenas falamos e as ideias evaporam. Em dinâmicas que as ideias são registradas de forma coletiva em real time. Ou seja, enquanto penso e vejo o que está sendo construído, minhas conexões ganham qualidade e repertório. Sem visibilidade do todo o pensar fica restrito ao mundo individual de cada um, e a dinâmica coletiva perde sua potência.


Desapego

Ideias são apenas ideias. As ideias iniciais são ainda mais voláteis. Ter isso em mente é essencial. O caráter mutável das dinâmicas reflete o nosso mundo real (VUCA), eliminamos, organizamos e re-organizamos conforme a necessidade. Se as ideias não se sustentarem de forma natural ao passar por todos os filtros de construção de valor, a cola fraca do post-it vai nos fazer o favor simbólico de descartá-la. Uma boa ideia, vai ser sustentada por um bom processo, basta confiar no processo.



Mão na massa! Workshop de Design Thinking Joinville - Agosto 2019

Nós > eu

Não existe espaço para assinatura em post-it. Dinâmicas de criação coletiva não contemplam a reivindicação por autoria. Coloque os egos de lado. A criação é do grupo. Tudo o que é gerado pertence ao grupo. Cada palavra falada em uma dinâmica, por mais tola que pareça ser, é como um gatilho para a as conexões que os colegas virão a fazer nos próximos segundos.


Horizontalidade e diversidade

Post-it usado como uma ferramenta para tornar dinâmicas mais horizontais, ao equilibrar “vozes”. Se em outras dinâmicas de brainstorm em que as ideias apenas são vocalizadas, é bem comum que as principais ideias levantadas e discutidas venham das pessoas que tem mais domínio do poder da fala, ou do poder no geral, que estarão mais confortáveis perante o grupo.


Ao passo que pessoas que são naturalmente mais tímidas, ou pessoas que pensam um pouco mais antes de falar, ou que precisam de alguns minutos de silêncio para elaborar individualmente antes de expor. Um funcionário novo que está ainda se ambientando com o grupo, pessoas que estão por algum motivo menos confiantes e confortáveis para expor suas ideias. Todas as suas contribuições poderão ser perdidas, ou terão menos peso.


É importante criar situações acolhedoras para diferentes formas de manifestação. Pois é justamente na diversidade que há riqueza em um brainstorm. Caso contrário não vale a pena alocar o tempo para pessoas que pensam de forma muito similar. Teremos repetições de contribuições e a dinâmica será pouco produtiva, ou seja, resultado será pobre.


Para acolher linguagens e equilibrar vozes é importante que TODOS possam se manifestar, que todos tenham acesso à escrita de forma direta. Por isso, mate o “escritor de post-it”, ele já é um filtro, ele já representa uma hierarquia desnecessária aprovando o que vale ser registrado ou não. Não use post-it apenas como uma ata colorida de uma reunião tradicional. Minha dica para propor a sua próxima dinâmica é use post-it de forma direta, plural, e coletiva na essência, assim o grupo colherá resultados muito mais ricos dessa experiência.


Referência: Livro Rápido e Devagar

Sintese 21 | Design-Driven Innovation

SINTESE 21 ID VISUAL_color.jpg